A sessão desta segunda-feira (13) na câmara de vereadores de Francisco Beltrão foi agitada. Os vereadores discutiram amplamente o requerimento proposto pelo vereador Silmar Gallina(PSDB), que consiste na possibilidade de otimizar os espaços públicos, minimizando os gastos com alugueis provenientes da administração municipal. Outra justificativa do requerimento é de que, além de economizar dinheiro, a população não teria transtornos ao ficar se descolando pela cidade, atrás dos órgãos públicos. “Ao todo são 22 estruturas locadas.

Em quatro anos, o valor gasto com o pagamento de alugueis ultrapassa R$ 4 milhões, é muito dinheiro para ser consumido com aluguel. Segundo informações apresentadas no levantamento, são gastos mensalmente R$ 4.200,00 em aluguel para a Casa Apoio. A estrutura utilizada pelo Conselho Tutelar, no centro da cidade é pago R$ 2.536,39. Outro espaço que tem um valor considerado no aluguel é a Biblioteca, a prefeitura paga mensalmente R$ 5.201,22. A estrutura onde o SAMU 192 está instalado gera custos de R$ 5.983,89 somente com aluguel. Esses são alguns valores dentre os 22 imóveis locados pela administração municipal”, argumentou Silmar.

Outro requerimento que contou com a intervenção de vereadores as situação e oposição, foi subscrito pelos vereadores Zé Carlos Kniphoff(PDT), Elenir Maciel(PP) e Rodrigo Inhoatto(PDT). Foi aprovado por unanimidade e enviado ao executivo municipal, o pedido de que, se há estudos ou projetos para a construção de uma ponte sobre o Rio Lonqueador, ligando os bairros Presidente Kennedy, Miniguaçu, Vila Nova e bairros próximos, na extensão das ruas Guaporé e Ponta Grossa. “A construção da ponte vai desafogar o trânsito, proporcionando qualidade de vida, segurança e fácil acesso aos moradores e todos os beltronenses”, comentou Zé Carlos.

O vereador Dile Tonello(PMN) encaminhou o pedido de que fosse disponibilizado protetor solar aos funcionários municipais que ficam expostos ao sol. Já o vereador Pedro Tufão(DEM) solicitou pavimentação asfáltica para os bairros Pinheirão, Pinheirinho, Júpiter e Conjunto Beija-Flor. A vereadora Elenir Maciel(PP) sugeriu redutores de velocidade na rua Curitiba, esquina com a Bolívia, no bairro Vila Nova. Enquanto que a vereadora Lourdes Pazzini(PMDB) solicitou a viabilidade de distribuição do gás oxigênio medicinal na unidade de saúde do KM20. Todos os requerimentos foram discutidos e aprovados com a anuência dos 13 vereadores.