A Câmara Municipal de Pato Branco realizou na segunda-feira (17), durante a sessão ordinária, uma homenagem aos 161 anos da Polícia Militar do Paraná. Durante a sessão foram entregues moções de aplauso, de autoria dos vereadores Enio Ruaro (PR) e Claudemir Zanco, Biruba (PROS).

O comandante do 3ᵒ Batalhão de Polícia Militar de Pato Branco, tenente-coronel Éveron César Puchetti Ferreira, disse que estendia a honraria a todos os membros da Polícia Militar, que enaltecem a  instituição.  Uma das principais linhas de atuação da PM de Pato Branco, segundo Puchetti, é a integração com a sociedade civil organizada, e destacou a parceria que é mantida com a União das Associações de Moradores dos Bairros.

Na área de segurança, ele comentou a execução do projeto do monitoramento eletrônico {câmeras de vigilância}.  Puchetti disse que está satisfeito com sistema, pois é eficiente e está se aperfeiçoando. “É uma ferramenta importante para a comunidade”, salientou o comandante, ao comentar que “algumas pessoas” tentaram polemizar de uma forma distorcida, dizendo que é mais um sistema para emitir multas de trânsito “isso é uma mentira”, a ferramenta é importante no processo de combate à criminalidade.

Agora, eventualmente se um veículo estiver parado em uma vaga destinada à pessoa com deficiência, de um cadeirante, a polícia, o Depatran, ambos devem agir de forma severa,  a vaga é para quem usa  cadeira de rodas, nós temos que fazer com que essa vaga seja para ele. “Qualquer cidadão que desobedeça a regra deve ser punido”, afirmou, mas acrescentou que o objetivo não é esse, objetivo é conversar, orientar, fazer com que a vida na cidade seja cada vez melhor.

Fotos: Divulgação