Nesta segunda-feira (15) aconteceu a 3ª sessão Ordinária do ano na Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão. Por unanimidade foi aprovado projeto que altera a lei 4.106, de 2013, autorizando a administração municipal contratar 44 servidores aprovados em concurso público. São 30 vagas de professor para os centros municipais de educação infantil (CMEIs), quatro para economista doméstico, duas para engenheiro civil, duas para médico veterinário, quatro para odontólogo, uma para a função de engenheiro agrônomo e outra para engenheiro civil.

Outro projeto em pauta era relacionado a alteração na mesma lei, em relação aos agentes de limpeza pública, redefinindo as atribuições deste cargo em função da contratação de uma empresa para a varrição de ruas. Como os vereadores necessitam de mais informações sobre a matéria, especialmente em relação a terceirização adotada pela administração municipal, acabou retirado  e retorna na sessão da próxima segunda-feira, dia 22.

 Indicações

Os vereadores apresentaram diversas reivindicações para a administração municipal por meio de Indicações. Valmir Dile Tonello (PMN) pediu a destinação de R$ 30 mil economizados para Câmara no ano passado para recapeamento asfáltico na rua José Bonifácio, entre ruas São Francisco e Tapajós, no bairro São Miguel. Solicitou que outros R$ 35 mil sejam destinados para pagamento da mão de obra na construção da capela mortuária que atenderá os bairros Cristo Rei, São Miguel, Novo Mundo e São Francisco. Dile também solicitou operação tapa buracos na rua São Miguel, próximo da igreja Assembleia de Deus, no bairro São Miguel.

A vereadora Elenir de Souza Maciel (PP) sugeriu a substituição gradativa das lâmpadas de mercúrio e vapor de sódio por lâmpadas de led na iluminação pública. Segundo ela, os objetivos são para melhorar a iluminação, reduzir o consumo de energia e atender as normas de padronização da iluminação pública dos municípios. Lâmpadas de led proporcionam uma economiza no consumo de até 70%. Maria de Lourdes Pazzini (PMDB) pediu melhorias nas estradas da comunidade de São Brás e na estrada que dá acesso à propriedade da família Piran.

O vereador Paulo Grohs (PSDB) solicitou a instalação de tubulação e boca de lobo no bairro Cango, na esquina das ruas São Pedro e São José. Também pediu a conclusão do calçamento na rua Valdir Foletto, no bairro Sadia, fazendo a ligação com a PR 475. Ivanir Tupi Prolo (PP) indicou que R$ 15 mil dos recursos economizados pela Câmara em 2015 sejam destinados para pagamento da mão de obra na construção da capela mortuária que atenderá os bairros Cristo Rei, São Miguel, São Francisco e Novo Mundo. Também pediu melhorias na estrada principal de Ponte Nova do Cotegipe  e na estrada que dá acesso à propriedade de Antonio Pires.