A vereadora, Jucélia Paim (PT) sugeriu um Projeto de Lei para acabar com o salário do vice-prefeito no município e a extinção de cargos comissionados que considerou um peso para o município. Na mesma ocasião defendeu corte na destinação de recursos para vereadores como medida de economia.

A manifestação ocorreu durante a sessão da noite de ontem (03) do Poder Legislativo, quando defendeu seu posicionamento contrário ao reajuste de 39,5% na Taxa de Iluminação Pública do município. “Acredito que há outras maneiras de não onerar os munícipes”, disse ela.

Conforme ela, o Executivo poderia economizar ao promover cortes em alguns cargos comissionados e que a população apontaria, em audiência pública, aqueles considerados peso para a administração.

Defendeu redução nas verbas destinadas a cursos para vereadores e que o dinheiro restante seja encaminhado ao Executivo cobrir o déficit anual de R$ 300 mil com a energia elétrica, sem necessidade de aumentar a conta da iluminação pública ao contribuinte.

Por fim defendeu no corte total do salário destinado ao cargo de vice-prefeito do município. “Convoco Vossas Senhorias para que votemos um projeto de lei para cortar o salário do vice-prefeito, que é um peso morto no nosso município”, disse a vereadora.