As obras da Pequena Central Hidrelétrica Bela Vista avançam rapidamente em Verê, no sudoeste do Paraná. Esta semana, as equipes iniciam o lançamento de concreto na barragem e no vertedouro que ficam no leito do Rio Chopim.

Em paralelo, seguem os trabalhos de escavação, preparo de fundações e concretagem de outras estruturas da usina. Uma das frentes de serviço que está bastante adiantada é a de construção da estrutura de desvio do rio pela margem esquerda. O desvio completo está previsto para o mês de abril e é necessário para que as equipes possam concluir a construção do barramento.

A casa de força da Usina, que vai abrigar os conjuntos de turbinas e geradores, começa a tomar forma. Estão em andamento a concretagem da fundação e a instalação de armações do poço de drenagem. Cerca de 350 pessoas trabalham no canteiro de obras atualmente e a previsão é de que o pico das contratações aconteça em abril, com 500 pessoas trabalhando simultaneamente nas frentes de construção civil e de montagem de equipamentos.

Com orçamento total de R$ 200 milhões, Bela Vista começou a ser construída pela Copel em junho de 2019 e vai entrar em operação em 2021, com 29 megawatts de potência, gerando energia suficiente para atender até 100 mil pessoas.

Além da PCH, a Copel vai instalar uma ponte sobre o Rio Chopim, para criar uma nova ligação rodoviária entre os municípios de Verê e São João – uma reivindicação antiga das prefeituras que será viabilizada com recursos dos programas de compensação da hidrelétrica Bela Vista. A mesma empreiteira responsável pelas obras da PCH já foi contratada para executar o projeto da ponte, que está em fase final de elaboração.

Fonte/fotos: AEN