As vidraças de uma das paredes do Colégio Estadual Padre Ponciano, localizado no bairro Lagoão em Palmas, sul do Paraná, foram destruídas por pedradas atiradas da rua por vândalos no período da noite segundo denúncias da diretora do Colégio a professora Mara Beatriz Dangui.

Foram mais de 50 vidros destruídos perfazendo um prejuízo de mais de 500 reais que o colégio terá que desembolsar. Segundo a diretora os prejuízos serão sanados através do programa Fundo Rotativo do Governo do Estado que é um instrumento de repasse de recursos aos estabelecimentos de ensino da rede estadual, para a manutenção e outras despesas.

Salientou Mara que a depredação é constante e que tem investido valores altos para manutenção do Colégio, além de ser questionada pela Secretaria de Educação dos gastos constantes com vidros “O dinheiro do Fundo Rotativo que gasto para arrumar os estragos deixados eu poderia estar usando em investimentos no Colégio” disse a diretora ao RBJ.

Além dos danos a diretora relatou que as imediações do colégio tem sido alvo de constantes brigas, prostituições, corrupção de menor e tráfico de entorpecentes.