Cerca de 68 hectares da unidade de Unidade de Conservação(UC) Federal Estação Ecológica da Mata Preta, localizada em Abelardo Luz (SC) está passando pelo processo de reflorestamento. A área, anteriormente pertencente a proprietários rurais, foi indenizada pelo governo federal e integrada ao sistema de administração e fiscalização pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), escritório de Palmas, sul do Paraná.

Recentemente membros do Conselho Consultivo, estiveram no local conhecendo os trabalhos de restauração florestal através do Projeto Araucária (Apremavi/Petrobras Ambiental) e pela empresa Pro Sul (compensação ambiental).

Conforme o analista ambiental da Unidade, Antonio de Almeida Correia Junior, a visita foi importante por ser a primeira atividade com maior envolvimento dos conselheiros que fizeram caminhadas e também conheceram de perto pesquisas em desenvolvimento na Unidade. “Além disso, os conselheiros puderam perceber a importância de iniciativas como essa de restaurar a Floresta de Araucárias para a conservação da biodiversidade, tanto local como regionalmente, e o grande esforço que é necessário para executar projetos como esse”, destacou Antonio.