Acontece nesta terça-feira (31), às 16h30, a inauguração da nova linha de produção de MDF da unidade da Guararapes em Caçador, Oeste de Santa Catarina. O evento deverá contar com a presença do governador do Estado, Raimundo Colombo (PSD), e de lideranças políticas e empresariais da região.

Foram investidos mais de R$ 320 milhões, o que fará a indústria triplicar sua capacidade de produção, passando de 200 mil m³/ano para 600 mil m³/ano, colocando a Guararapes entre os maiores fabricantes de MDF e madeira compensada do país, com uma capacidade total de 900 mil m³/ano, somando painéis em MDF e compensados.

Conforme o diretor-presidente da Guararapes, Ricardo Pedroso, com os investimentos, espera-se buscar novos mercados, especialmente o internacional. Reconhece que o atual momento econômico não é favorável, mas destaca que o projeto é de longo prazo, acreditando no potencial de melhoria do país.

A Guararapes iniciou suas atividades em 1984, em Palmas, Sul do Paraná, através de seu fundador, João Carlos Pedroso, à frente de uma pequena madeireira, com 15 funcionários e uma produção de mensal de 150 m³. No ano seguinte, inicia a produção de compensados em Palmas. No final da década de 1980, a Guararapes estabelecias as primeiras negociações com o mercado externo com as primeiras exportações. Em 1992, com responsabilidade socioambiental, a empresa implantava os seus primeiros programas de reflorestamento.

Atualmente, a Guararapes fabrica painéis em MDF e é uma das maiores exportadoras de painéis compensados da América Latina, operando com três unidades fabris que estão localizadas em Caçador (MDF), Palmas (Compensados) e Santa Cecília/SC (Compensados). A empresa conta com 1,8 mil colaboradores e exporta seus produtos certificados, com o selo FSC – Forest Stewardship Council (Conselho de Manejo Florestal), para mais de 50 países.