Quinta-feira (10) foi a vez da turma de Dois Vizinhos iniciar as aulas de cartografia e geodésia, primeiro módulo do curso denominado Capacitação em Cadastro Territorial Multifinalitário nos Municípios do Sudoeste do Paraná. O treinamento é ofertado para funcionários municipais e a microrregião de Dois Vizinhos abrigou 12 cidades. A primeira aula ocorreu no miniauditório do campus da UTFPR, e o módulo estende-se até esta sexta.

O treinamento está sendo oportunizado através de uma iniciativa dos professores do curso de Agrimensura do campus da UTFPR em Pato Branco e da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop), com apoio da Paraná Cidade, Ministério das Cidades e MEC. O curso foi conquistado por meio do Programa de Extensão Universitária do MEC/SESu (Proext), e vai possibilitar conhecimento gratuito para agentes públicos na implantação de cadastro territorial multifinalitário.

A primeira turma a realizar o módulo 1 foi de Francisco Beltrão, no último final de semana, e a última turma de 15 municípios terão aulas no campus de Pato Branco no próximo dia 17. Ao todo são cinco módulos que envolvem ainda topografia, geoprocessamento, aspectos jurídicos da área e educação a distancia, entre outros temas, que completam 64 horas de treinamento. Em novembro haverá um workshop com professores renomados na área para fechar o curso.

Abertura

A aula-inaugural do curso em Dois Vizinhos contou com a participação do diretor de Relações Empresariais e Comunitárias do campus de Pato Branco, representando a direção, o professor Neri de Vargas; o diretor substituto de Relações Empresariais e Comunitárias do campus de Dois Vizinhos, professor Valter Oshiro Vilela; o representante do presidente da Amsop, José Kresteniuk, e o coordenador do projeto aprovado no Proext 2015 o professor Silvio Henrique Delesposte Andolfato.

O professor Silvio explicou da conquista do curso e dos parceiros que tornaram a proposta aceita pelo Mec. “Volto a agradecer a Amsop e o Paraná Cidade por terem oportunizado a aprovação do curso, e vejo que dessa forma interagirmos com a comunidade e contribuímos com o seu desenvolvimento. Temos que valorizar pois somente dois projetos no Paraná foram aprovados pelo Mec, e um é nosso. Por isso é importante aproveitar”, comentou o professor. Silvio ressaltou aos alunos que eles podem participar dos módulos em nas outras regionais quando não puderam participar em sua região.

Krestenuik em nome do presidente da Amsop salientou os benefícios que o curso vai trazer para a região, e reforçou a necessidade da participação. “Todos tivemos empenho e dedicação para viabilizar o curso, e ainda mais sem custo, e agora os municípios só precisam designar os funcionários para participar dos módulos. A Amsop tem essa capacidade de somar em prol do Sudoeste e sempre vai ser parceira para projetos que contemplem a região”, reforçou Kresteniuk.

Vilela reiterou o privilégio da região em conquistar o treinamento e de sediar uma turma. “É uma grata satisfação em receber os integrantes da turma aqui no campus de Dois Vizinhos e de poder fazer parte deste projeto que tenho certeza vai melhorar o serviço prestado pelas prefeituras”, comentou.

Já Vargas aproveitou para ressaltar o mérito da conquista do curso. “Há cerca de 8 anos a UTFPR vem participando com projetos inscritos no Proext e a cada edição está mais concorrido. São recursos não só do Mec, mas de outros Ministérios, que chegam até a comunidade regional através do projeto. Espero que todos os participantes possam ter um bom proveito da oportunidade ofertada”, frisou.