Auditores do Tribunal de Contas do Paraná estiveram nesta terça-feira (6) na Amsop orientando contadores, procuradores jurídicos e Recursos Humanos das prefeituras do Sudoeste. A principal dúvida esclarecida foi sobre os casos de aposentadoria de funcionários, que nem mesmo os programas utilizados pelas prefeituras estão gerindo com 100% de confiança.

O grupo tirou dúvidas para fazer o cálculo da aposentadoria e para isso realizaram exemplos práticos que ocorreram na região ou no Paraná. A analista do Tribunal Vianeli Araújo Prestes explica que anteriormente o grupo assistiu a um curso on line para se preparar para o encontro. “Com as informações prévias o pessoal veio melhor amparado para conferir na prática de como proceder. Temos visto muitos casos que acabam voltando para a prefeitura por não estar correto gerando um problemão”, salientou, lembrando que se os problemas não forem resolvidos pode gerar até negativa do registro da prefeitura.