Na sessão desta terça-feira(19), os vereadores de Francisco Beltrão aprovaram por 7 votos a 5, a suspensão do contrato de trabalho dos cobradores do transporte coletivo do município por 60 dias. O projeto de lei foi enviado ao legislativo pelo Executivo, a pedido da empresa Guancino Transportes Coletivos, a fim de dar um fôlego financeiro neste período de pandemia e respaldado pela Medida Provisória do Governo Federal que permite esta situação. O argumento usado pelo administrador da empresa é de que diminuiu o número de usuários e existe a dificuldade de conseguir recursos para manter folha de pagamento e despesas gerais de funcionamento da empresa, com todas as linhas e itinerários. Em contrapartida, o sindicato dos trabalhadores do transporte rodoviário está preocupado com a manutenção dos empregos, dos cobradores, e da sobrecarga de serviço para os motoristas que terão de acumular a função.

 

Votos

Votaram favoráveis: Elenir Maciel(PP), Léo Garcia(PSC), Silmar Gallina(PSDB), Paulo Grohs(PSDB), Lurdes Pazzini(PSDB), Rodrigo INhoatto(PP) e Evandro Wessler(Cidadania).

Votaram contrários: Dile Tonello(PV), Daniela Celuppi(PT), Ademir Walendolff(PSB), Camilo Rafagnin(PT) e Aires TOmazoni(MDB).

Presidente José Carlos KNiphoff(PDT) só votaria em caso de empate.