Reeleito com uma votação de 69.740 votos, o deputado estadual Ademar Traiano (PSDB) confirmou que disputará a Presidência da Assembleia Legislativa no próximo ano. O parlamentar sudoestino já havia manifestado o desejo de comandar o Poder Legislativo paranaense, em março deste ano, em entrevista à Rádio Club de Palmas, sul do Paraná.

Relembre:

Segundo a regra, o partido com mais cadeiras tem o direito de reivindicar a Presidência. Entretanto, assim como outras regras, essa também não tem funcionado na Assembleia. Exemplo é o PMDB, com 13 deputados e a Casa ser presidida pelo PSDB. Traiano já avisou que irá procurar o deputado federal Ratinho Júnior do PSC, partido que passa de duas cadeiras nesta legislatura para doze no próximo ano, para tentar um acordo na disputa pela Presidência. Além disso, Traiano conta com o apoio do governador do Estado, Beto Richa (PSDB), para tentar a sua eleição.

O sudoestino já havia lançado a sua candidatura em 2012, mas voltou atrás em favor da reeleição de Valdir Rossoni (PSDB), atendendo pedido do governador para evitar brigas e picuinhas no ninho tucano. Porém, em troca do gesto magnânimo, recebeu garantias de apoio na disputa desse ano e para que o acordo não sofresse mudanças, Rossoni candidatou-se a Deputado Federal, sendo eleito com mais de 177 mil votos.