Da Redação com informações do blog Boca Maldita

 

O Tribunal de Contas da União (TCU) acaba de condenar o prefeito e o ex-secretário da Saúde de Nova Prata do Iguaçu, Rubem Miguel Foletto e Admilson Dal Berto, o Fininho.

 

No acórdão 1864/2012, a relatora ministra Ana Arraes também condenou as empresas Sobieski & Sobieski Ltda e a Medix Brasil Produtos Hospitalares e Odontológicos Ltda.

 

A sentença é resultado de uma denúncia de desvio de recursos públicos na aquisição de medicamentos, no valor de R$ 302,3 mil, provenientes de convênios firmados pelo município e o Ministério da Saúde para aquisição de medicamentos da farmácia básica.

 

O valor das multas variam de R$ 15 mil a R$ 5 mil. O município de Nova Prata do Iguaçu, no Sudoeste do Paraná, tem aproximadamente 10 mil habitantes.