O Tribunal de Contas do Estado (TCE/PR) emitiu durante o mês de março um alerta ao prefeito de Sulina, Paulo Horn (PSD) sobre os gastos com pessoal referente ao segundo semestre de 2018.

Segundo o documento, a administração empregou 51,3% da arrecadação líquida do município com despesas de pessoal, excedendo o limite de 95% do limite previsto no artigo 20, inciso III no período de apuração do TCE, encerrado em 31 de dezembro de 2018.

Esse patamar, segundo o TCE, impõe restrições que devem ser observadas pela administração municipal para evitar problemas administrativos. Além de Sulina, outros municípios do Estado também foram alertados pelo TCE/PR.

  • Compartilhe no Facebook