MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Tânia Penso Ghedin recebeu Moção de Aplauso da Câmara de Vereadores

por Everton Leite em 12 de Março de 2018 17:59
por Everton Leite em 12 de Março de 2018 17:59

O plenário da Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão ficou lotado nesta segunda-feira, 12 para receber amigos, ex-colegas e familiares da ex-diretora do departamento de cultura de Francisco Beltrão, Tânia Maria Penso Ghedin. Ela recebeu uma “Moção de Aplauso” que foi proposta pelos vereadores Aires Tomazoni(MDB) e Elenir Maciel(PP), presidente do legislativo. A justicativa, que ficou gravada na placa recebida, é os relevantes serviços prestados à cultura beltronense. Num vídeo produzido pela família, foram apresentadas diversas ações de contribuição à cultura. Dentre elas, o resgate histórico dos pioneiros de Francisco Beltrão, a criação do Museu da Colonização e a edição de 11 cadernos culturais e cinco álbuns que retratam o patrimônio cultural, artístico e social de Francisco Beltrão. Entretanto, Tânia fez questão de agradecer aos servidores da prefeitura que estiveram junto dela nos 12 anos em que esteve à frente do departamento. Por todas essas características, a homenageada foi citada nos discursos pela competência naquilo que se propunha a fazer, mas também, pela dedicação, amor e respeito que sempre demonstrou com as pessoas que a cercavam.

Tânia superou problemas de saúde, e também, recebeu o reconhecimento pelo modo que lidou com a doença. A superação e a alegria de viver foram exaltadas no vídeo. Na plateia, os ex-prefeitos João Arruda e Vilmar Cordasso. Inclusive, Cordasso foi o primeiro prefeito a dar a oportunidade para que Tânia mostrasse o seu talento em gerenciar o departamento de cultura. “Quando nós assumimos em 2001 tínhamos muitas dificuldades de encontrar o nome ideal para assumir a cultura, até que alguém sugeriu o nome da Tânia. Ela era uma novidade e foi uma escolha muito iluminada. Graças a ela, hoje, temos um acervo muito bom, com um museu muito rico, onde ela aproveitou a história viva, e por isso, a população beltronense deve muito à Tânia pelo trabalho na cultura”, comentou.

O prefeito Cleber Fontana manifestou elogios ao patrimônio que a ex-diretora deixou para Francisco Beltrão. “Todos nós temos muito orgulho pelo trabalho que ela desenvolveu. Ela ultrapassou as barreiras do Sudoeste, se tornando referência no ponto de vista cultural, e a Tânia colocou Beltrão como destaque em diversos segmentos culturais. Estou muito feliz em participar da homenagem a uma pessoa que tanto fez, e ainda faz, por Beltrão”, disse Cleber.

Já os proponentes da Moção, os vereadores Aires Tomazoni e Elenir Maciel reafirmaram a importância do trabalho desenvolvido e a homenagem para a Tânia, que tanto lutou pela cultura de Francisco Beltrão. “Pela formação como professora e música, ela merece as homenagens. Acho que demoramos para prestar esse reconhecimento a ela. Não sei se ela está mais feliz, ou nós, vereadores, estamos mais felizes por prestar essa homenagem a ela”, comentou Aires. “É um momento lindo que estamos vivendo no Poder Legislativo e o resgate histórico que ela deixou, e foi uma homenagem muito merecida”, declarou Elenir.

Para representar a classe artística, seu Elio Lazzarotto, de São Lourenço do Oeste, é o único que tem reconhecimento nacional como “Papai Noel do Brasil” esteve acompanhando a homenagem e foi enfático ao manifestar a sua opinião, de que, vai ser difícil encontrar uma pessoa que possa superá-la para atuar na função. “Nossa parceria só terminou quando ela saiu da cultura. Tenho andado por todo o Brasil e tenho 35 anos de atuação como Papai Noel, mas nunca vi alguém como tamanho conhecimento e maestria naquilo que faz. O resultado está aí, a prova esta aí. Podemos conhecer alguém parecido, mas melhor, acho difícil”, comentou Elio.

Por fim, a homenageada teve o compromisso de agradecer a todos os presentes, e por diversas vezes, se emocionou. “É um momento de glória, momento de reconhecimento, momento inesperado. Jamais pensei que pudesse receber mais alguma homenagem já que faz oito anos que eu saí do departamento. Agradeço de coração a todos os vereadores, que nos tornamos amigos, a partir deste ato, e a todos os familiares e ex-funcionários que construíram comigo essa bela história. Muito obrigado a todos”, finalizou Tânia.

Compartilhar