Casal que portava cheques falsificados foi entregue à Polícia Civil. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

Casal que portava cheques falsificados foi entregue à Polícia Civil. Foto de divulgação

Um casal acusado de repassar cheques com assinaturas falsas, conta encerrada e sem fundos e foi preso em Dois Vizinhos, Sudoeste do Estado, na tarde desta quarta-feira (14). A prisão aconteceu depois que a Polícia Militar recebeu denúncias dando conta que o casal suspeito estava em frente a uma loja no centro da cidade.

Ao serem abordados, ambos negaram qualquer tipo de fraude, no entanto, a PM encontrou com Jair Meira Dangui, 45 anos, que é da cidade de Reserva do Iguaçu, um talão de cheques do Banco Itaú em nome de Eva de Paula Barboza. Oito folhas estavam ainda em branco, três delas assinadas com dados divergentes, o que caracterizou a falsificação.

Cheques estavam em nome de uma pessoa e de uma empresa. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

Cheques estavam em nome de uma pessoa e de uma empresa. Foto de divulgação

Com a mulher, identificada como Nilseane Tiepo, 26 anos, de Mangueirinha, foi encontrado dentro de suas roupas intima outro cheque em branco, apenas assinado, em nome de Comércio de Confecções Sanoid Ltda ME, conta da cidade de Centenário do Sul (PR). Além disso, outros cheques foram apreendidos com o casal e sete chips de celulares.

Segundo eles, o talão de cheques foi repassado por uma pessoa também de Reserva do Iguaçu, que estaria junto em Dois Vizinhos. O suspeito não foi encontrado pela polícia, pois no momento em que ligou para Jair, esse gritou desesperado que a casa tinha caído, que tinha sido preso junto com Nilseane.

Após os procedimentos, o casal foi conduzido para a Delegacia de Polícia. Além do flagrante, a Polícia Civil vai apurar outras fraudes cometidas pelo casal e demais integrantes da organização criminosa. A intenção é averiguar o número de comerciantes lesados em Dois Vizinhos e na região.