Sete suspeitos de roubos e assaltos a bancos que agiam no Paraná e emSanta Catarina foram presos na manhã deste domingo (31) em uma ação conjunta das polícias dos dois estados. Entre os presos está um ex-policial militar expulso da corporação em 2013 e que cumpria pena em regime aberto por participação em um assalto a banco em Palmas, na região sul. As investigações concentradas em Pato Branco, no sudoeste, apontam que o grupo utilizava fardas da Polícia Militar para intimidar as vítimas.

Além de dois mandados de busca e apreensão, três mandados de prisão foram cumpridos em Clevelândia, também no sudoeste do Paraná, e quatro em Canoinhas (SC). Com os suspeitos os policiais apreenderam maçaricos, serras e outros equipamentos e ferramentas utilizados para arrombar caixas eletrônicos. No sítio e em uma casa utilizados pelo grupo foram encontradas ainda três fardas da PM, uma faca, telefones celulares, eletrônicos, rádios comunicadores, três carros – um deles provavelmente utilizado em um assalto na sexta-feira (29) em Passos Maia (SC) e outro roubado em Curitiba -, cigarros, maconha e R$ 7 mil em dinheiro.

Segundo os policiais, a quadrilha estava se preparando para assaltar um banco em Mangueirinha, no sudoeste do Paraná, e se dividiu depois de um desentendimento durante a divisão dos bens do último roubo praticado em Santa Catarina.

Os suspeitos devem responder por vários crimes como contrabando, tráfico de drogas, roubo, receptação e assalto a banco.

fonte: G1