A Polícia Federal de Curitiba prendeu em flagrante na manhã de hoje, 21, na cidade de Clevelândia,no Sudoeste do Estado, um pedreiro de 54 anos suspeito de compartilhamento de material pornográfico infanto-juvenil na rede mundial de computadores. Em sua casa os agentes encontraram grande quantidade de arquivos de pedofilia.

Além de compartilhar material pornográfico infanto-juvenil pela internet utilizando dezenas de endereços de e-mails, o suspeito também criava perfis falsos em redes sociais para conversar com crianças.

A Polícia Federal chegou até o suspeito após investigação iniciada a partir de denúncia do National Center for Missing & Exploited Children (Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas), organização não governamental dos Estados Unidos que atua em parceria com as polícias no combate a crimes contra crianças.

A prisão em flagrante se deu em decorrência de mandado de busca e apreensão expedido pela 12ª Vara Federal de Curitiba, e a investigação corre em segredo de justiça. As investigações sobre o caso continuam e todo o material recolhido na casa do suspeito passará por perícia técnica a fim de identificar possíveis vítimas e outros criminosos.

A ação da Polícia Federal de Curitiba faz parte de uma operação nacional de combate à exploração sexual infanto-juvenil denominada PROTEJA BRASIL. O suspeito foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal em Guarapuava, para as medidas cabíveis.