A região sudoeste do Paraná gerou mais de R$ 8,7 bilhões em sua produção agropecuária. É o que aponta o Relatório do VBP – Valor Bruto de Produção, referente ao ano de 2013. Juntos, os 42 municípios representam mais de 12,6% da produção estadual, que totalizou no último ano, R$ 69,1 bilhões. Os principais produtos regionais é a soja, o leite e a avicultura de corte.

O município detentor das maiores cifras é Dois Vizinhos, com um VBP de R$ 709,4 milhões. O carro chefe da agricultura duovizinhense é a produção de frango de corte, que gerou mais de R$ 177,4 milhões. Em seguida está Francisco Beltrão, com um VBP total de R$ 684,7 milhões. Pato Branco é o terceiro com R$ 442,3 milhões. Relatório VBP – Sudoeste do Paraná

O terceiro município em população no sudoeste, Palmas, aparece em 22º, com um VBP de R$ 185,4 milhões. A produção de soja representa 42% desse valor, com R$ 75,7 milhões. O milho movimentou pouco mais de R$ 11,3 milhões, enquanto o feijão chegou a R$ 2,3 milhões. Destaque para produção leiteira, cujos valores chegaram a R$ 8 milhões, com uma produção diária de 30 mil litros. A atividade relacionada as florestas de madeira, especialmente o pinus, foram responsáveis por R$ 13,3 milhões.

Na região, a soja representa 19,1% de toda a produção. A cultura de frango de corte chega a 15,3% e o leite fica com uma fatia de 11,9%. Principais culturas em outras épocas, milho e feijão, juntos, movimentam pouco mais de 9%.

No entanto, os números também retratam uma outra realidade encontrada no sudoeste do Paraná. Cálculo do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria Estadual da Agricultura e Abastecimento, em que o VBP total é dividido pelo número de habitantes de cada cidadae, mostra que os maiores produtores, não têm o mesmo desempenho ao distribuírem suas riquezas agrícolas. Pato Branco, por exemplo, sob esse parâmetro é apenas o penúltimo, com um VBP/Habitante de R$ 6,1 mil. Francisco Beltrão é 40º com R$ 8,6 mil. Dois Vizinhos é o 21º, com um VBP/Hab. de R$ 19,6 mil. Palmas é município que apresenta a pior distribuição, R$ 4,3 mil. Por sua vez, o município de Bom Sucesso do Sul, com um VBP total de R$ 194,7 milhões apresenta um VBP per capita de R$ 59,1 mil. Relatório VBP – Sudoeste do Paraná