por Alencar Pereira
 
Foi discutida na reunião da AMSOP, (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná), na última semana em Pato Branco a implantação do (Suasa), Sistema Único de Atenção à Sanidade Agropecuária. O Suasa foi regulamentado em 2006, é um sistema unificado e coordenado pela União, com participação dos municípios, estados, através de adesão.
 
 
Segundo o presidente da AMSOP, prefeito de São João Clovis Matheus Cucolotto, os produtos inspecionados por qualquer instância do sistema Suasa podem ser comercializados em todo o território nacional. Esse novo sistema de inspeção sanitária permite a legalização e implementação de novas agroindústrias, o que facilita a comercialização dos produtos industrializados localmente no mercado formal em todo o território brasileiro. Com isso, melhor do que o sistema de inspeção anterior, o Suasa impulsiona a geração de postos de trabalhos e de renda entre as famílias envolvidas no processo produtivo.
 
O resultado desse movimento da economia local e o aumento da arrecadação de tributos pelo município, que vem da venda dos produtos industrializados e do aumento da renda das famílias. Segundo Cucolotto a AMSOP está tentando ser a primeira região do país a implantar, nos 42 municípios do sudoeste, o Sistema Único de Atenção à Sanidade Agropecuária.