MAGAZINE DE NATAL EXCLUSIVIDADE RBJ.COM.BR

Startup sudoestina desenvolve aplicativo para consultas com pediatras

por Evandro Artuzzi em 10 de agosto de 2018 9:22
por Evandro Artuzzi em 10 de agosto de 2018 9:22
Esta matéria utiliza fontes de: Redação com assessoria

O médico Júlio César Pereira Dias, pediatra de Pato Branco com mais 25 anos de experiência, tinha uma ideia. Depois de tanto experimentar as dificuldades dos pais nas marcações de consultas e também dos próprios desafios como profissional liberal, Júlio Dias queria desenvolver um aplicativo para dispositivos móveis que pudesse melhorar a experiência e facilitar o agendamento de consultas. “A intenção era dinamizar o processo, conectar e aproximar as pessoas”, conta o médico.

A ideia passou a ganhar contornos reais no início de abril deste ano, quando o pediatra procurou a sede da Regional Sul do Sebrae/PR, em Pato Branco. “Eu não sabia como começar a colocar em prática, o que teria que fazer”, relata.

O médico conta que recebeu orientações de como deveria proceder para implantar o novo negócio. “O Sebrae teve importância fundamental, pois apresentou os caminhos que deveríamos seguir. Na prática, o aplicativo foi desenvolvido em dois meses. Tenho dois sócios (que são programadores) e também um investidor anjo, de Chapecó (SC)”, pontua.

O pediatra Júlio César Pereira Dias apresentou o aplicativo D’7 no Congresso Paranaense de Pediatria (crédito – Arquivo Pessoal)

Assim nasceu o aplicativo D’7 que, segundo o médico, seria para os pediatras, o que o Uber representou para o segmento de transporte, guardadas as proporções. “É um aplicativo para melhorar a agenda dos pediatras e voltado às pessoas que não têm ou não podem pagar um plano de saúde, ou mesmo que não querem ficar esperando na fila do SUS (Sistema Único de Saúde)”, explica.

A ideia consiste em ter um banco de dados nacional com especialistas da área. Os clientes podem escolher os profissionais com agenda disponível nas datas desejadas. “O grande diferencial é que o pagamento é feito via cartão de crédito. O cliente já vai com a consulta paga e o dinheiro é depositado na conta do pediatra”, ressalta Dias.

O projeto está em fase de validação e foi apresentado à classe no XVII Congresso Paranaense de Pediatria, realizado de 02 a 04 de agosto, em Curitiba. Os resultados foram animadores. A startup está fechando uma parceria com uma multinacional do ramo de alimentos infantis e 134 pediatras baixaram o aplicativo durante o congresso, com interesse em avaliar o produto. “Estamos agora trabalhando na outra ponta, validando a ideia junto aos pais, os clientes”, completa o médico. O aplicativo passará a operar oficialmente no dia 13 de agosto.

O consultor Elizandro Ferreira, gestor do programa de Startups na Regional Sul do Sebrae/PR, salienta que a D’7 foi trabalhada com mentorias na fase de ideação e suporte, com base nas necessidades detectadas pelo profissional médico.

“Os resultados mostram a importância do projeto de Startups para a região e também o suporte a todos os empreendedores que procuram o Sebrae/PR. Especialmente, nesse caso, a inovação em um setor que cresce exponencialmente tendo como foco tecnologias na área de Saúde”, analisa Elizandro.

O aplicativo já está disponível na Play Store  e na Apple Store, bem como no site oficial (www.d7app.com.br).

Compartilhar