A carência de servidores e a proximidade da inauguração do novo fórum do Tribunal de Justiça(TJPR) em Palmas, sul do Paraná, está mobilizando representantes do Sindicato dos Servidores do Poder do Judiciário do Estado do Paraná(Sindijus/PR). O objetivo é a designação de maior número de profissionais para atender a  elevada demanda judiciária na Comarca e em toda a seção judiciária.

  • Compartilhe no Facebook

Neste sentido, ocorreu nesta quarta-feira(27) uma reunião entre o Diretor sindical,  Edson Fernando da Silva; representante da Direção Colegiada, Thiago Cortelini (Técnico Judiciário);  Coordenador de Assuntos do Interior, Orlando Andre Santos (Oficial de Justiça);  membro do Conselho Deliberativo, Amilton dos Santos Oliveira,  e o advogado, Julio César Oliveira, representando a direção local da subseção da OAB.

Na ocasião foi solicitado à entidade da advocacia regional  que gestione ao Tribunal a ampliação do quadro funcional nas Comarcas de Palmas, Clevelândia e Mangueirinha, integrantes da 40ª Seção, todas com o mesmo problema.

Conforme Cortelini, a defasagem vem ocorrendo há um bom tempo e isso reflete no acúmulo involuntário de trabalho, que prejudica a população e os advogados. “Então vamos aproveitar a oportunidade e adiantar uma necessidade premente”, justificou.

“A população procura muito a justiça de Palmas e isso gera demandas que os atuais servidores não conseguem atender”, disse o Diretor. Acrescentou que embora haja uma posição para concurso público no segundo semestre deste ano as vagas previstas não suprirão as necessidades nas diversas Comarcas. Com isso o apoio da OAB será fundamental para sensibilizar ao aumento de vagas para esta região.

Na avaliação do Coordenador de Assuntos do Interior, além da expectativa de um novo concurso, a inauguração do novo fórum será fundamental para atendimento ao pleito. “Esperamos que o tribunal olhe Palmas e a região com outros olhos”, disse ele. Salientou que mesmo com o déficit funcional, não falta empenho do quadro existente para que a população seja bem atendida.

O advogado garantiu que a OAB irá apresentar o pleito, uma vez que, é do interesse da entidade que haja celeridade nos procedimentos. “A OAB já apresentou diversas demandas e obteve êxito e acredito que agora também isso será possível”, disse  Julio  César Oliveira.

FÓRUM NOVO

As obras deverão ser concluídas no mês de agosto deste ano, conforme  projeção do Departamento de Engenharia e Arquitetura (DEA).  Com investimento de R$ 6,4 milhões, o espaço construído terá 1,8 mil m² e outros 156 m² de estacionamento coberto.  A estrutura iniciada em 2017, está localizada na Rua Capitão Paulo de Araújo no Complexo Judiciário, onde já funciona a Justiça Eleitoral e Vara do Trabalho e, em breve, a estrutura do Ministério Público do Paraná. O terreno para as instituições foi doado pelo município em 2009.