Desde o último dia 30 de março, as cidades de São Paulo e Brasília entraram de vez na era da televisão digital, com o desligamento do sinal analógico. Desde então, os aparelhos sem antenas UHF (Ultra High Frequency) e um conversor digital, não têm acesso a quaisquer canal.

A principal justificativa do governo brasileiro para a alteração do sistema de transmissão televisivo, é que no modelo digital não há perda de qualidade, ou seja, áudio e vídeo mantêm 100% da qualidade da transmissão original, eliminando chuviscos e interferência. Assim, a imagem possui muito mais definição e o áudio possui qualidade superior.

Campanhas publicitárias alertam para o desligamento, salientando a necessidade da aquisição de equipamentos que permitam a recepção do sinal digital.

De acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), na região de Palmas, Sul do Paraná, o sinal analógico será desligado no dia 31 de dezembro de 2023, na última etapa, quando então, estima-se que todo o território nacional conte com sistema digital de televisão. Até lá, não há qualquer alteração nas transmissões televisivas na região.