A manhã desta sexta-feira (27) foi marcada por manifestações em várias cidades da região sudoeste do Estado. Além de caminhoneiros e professores, agricultores e comerciantes também aderiram ao manifesto contra os governos estadual e federal. Em pelo menos 10 cidades da região aconteceram caminhadas em favor de caminhoneiros e professores. Em algumas cidades, os comerciantes foram até os pontos de bloqueio dos caminhoneiros engrossando assim a mobilização da categoria.

Em Francisco Beltrão, produtores de leite e avicultores se reuniram no calçadão central. Na ocasião eles pediram intervenção imediata das lideranças regionais junto aos representantes do governo federal para que se agilize a negociação com os transportadores, evitando dessa maneira prejuízos.

Conforme Maciel Comunello, presidente da Rural Leite, somente em Francisco Beltrão estão sendo descartados 150 mil litros de leite por dia. Como forma de mostrar a indignação dos produtores, alguns litros foram despejados em pleno calçadão central. Na avicultura também são grandes os prejuízos. Aves estão sendo descartadas diariamente por falta de alimento e transporte. Também está ocorrendo a eliminação de pintinhos e ovos.

Em Dois Vizinhos, a unidade da BRF descartou nos últimos dias mais de 2 milhões de pintinhos. No setor de grãos, o problema não é diferente. Cerealistas estão impedidas de receber soja e milho. Os armazéns sementeiros estão cheios e não há transporte. Com isso, os produtores não podem fazer a colheita, pois não tem onde armazenar a produção.

Fotos: Evandro Artuzi/ Jornal Liberal / Rádio T/ Vanessa Bassani, Ademir Hanzen