por Ivan Cezar Fochzato

 

Durante a programação da Rádio Club AM, dedicada ao Dia da Maçã de Palmas, nesta sexta-feira, dia 13 de abril, numa das entrevistas especiais produzidas para a data, o vice-presidente da Frutipar (Associação dos fruticultores do Paraná), Carlos Lovo, que é um dos grandes produtores de maçãs em Palmas, comentou sobre o cenário pelo setor.

 

Conforme ele, várias frentes estão sendo estabelecidas em vários níveis governamentais para atender aos produtores Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná e que o quadro desfavorável atinge a todos indistintamente, com redução de pomares não só em Palmas, mas também em Fraiburgo,SC, e Vacaria, Rio Grande do Sul, os dois principais pólos produtores.

 

Citou que dentre os problemas enfrentados de forma geral, é o baixo consumo de maçã por parte da população brasileira, com isso acaba havendo excesso de produção e o produto fica sem preço, não cobrindo os custos da atividade. Outro fator está relacionado a problemas climáticos, como granizo, que como há necessidade de investimentos altos para a proteção dos pomares, muitos produtores acabam perdendo toda uma safra, muitas em vezes, em cinco minutos. Isso, tudo ao longo do tempo, foi descapitalizando os produtores que se viram obrigados a abandonar a atividade e erradicar as plantações. Informou que seguidos encontros tem sido realizados para debater essa situação junto a lideranças políticas e técnicos do governo para se buscar alternativas para impedir que a produção de maças diminua ainda mais e que os produtores brasileiros possam fazer frente à concorrência com a maçã produzida na Argentina e no Chile.

 

Destacou ainda que nas próximas semanas, novamente produtores irão ao governo do estado do Paraná, apresentar as reivindicações do setor, assim como vem ocorrendo nos estados de SC e RS, pelos produtores dos dois estados.Apesar de todas as dificuldades, Lovo salientou que se for possível acompanhar toda a dinâmica necessária para atender ao mercado, a produção de maçãs é viável, principalmente em Palmas, que possuiu características climáticas que garantem a produção de frutos de alta qualidade, sendo considerados os mais saborosos do mundo, justamente por estar numa região de altitude, com isso com características de clima temperado. Clique áudio

 

Leia mais – Club AM e Horizonte FM iniciam campanha de valorização da maçã palmense

               –  13 de Abril, Dia da Maçã de Palmas