Com uma movimentação financeira superior à R$ 1,6 milhão ao ano, segundo o relatório do VBP (Valor Bruto de Produção) da Secretaria Estadual da Agricultura, a avicultura de Palmas, sul do Paraná, receberá investimentos significativos visando a expansão da matriz agroeconômica do município. No mês de setembro, o departamento de agricultura, em parceria com a empresa Agrogen, realizou uma reunião com produtores rurais, onde foram explanados os projetos para a ampliação do setor avícola em Palmas.

Na ocasião, foi exposto aos presentes sobre a instalação de aviários para a reprodução de ovos, que posteriormente se transformarão em matrizes ou aves para o abate. Os municípios da microrregião de Palmas – Coronel Domingos Soares, Clevelândia, Mangueirinha, Honório Serpa – são territórios a serem explorados, visto que contam com poucos investimentos na área de avicultura. Além disso, em virtude da legislação vigente, municípios tradicionais na produção de aves, como os localizados nas regiões de Pato Branco, Francisco Beltrão e Dois Vizinhos já saturaram a sua capacidade para produção avícola, fazendo com que as agroindústrias procurem novos horizontes.

Conforme Edson Cassaniga, diretor do departamento palmense de agricultura, a documentação para a construção dos novos aviários já foi encaminhada ao Ministério da Agricultura (MAPA), onde aguarda a liberação para o andamento do projeto. Ressaltou que o setor está buscando alternativas que atendam também aos pequenos produtores, visto que o projeto inicial receberá investimentos superiores à R$ 2,5 milhões.

Ouça: