Hoje, 08, a Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão fez a entrega de Moção de Aplauso para a professora Neiva Ampolini dos Santos, pelos relevantes serviços prestados na educação da comunidade beltronense. A iniciativa é do vereador Valmir Dile Tonello (PMN) e recebeu aprovação unânime. Neiva é natural de Francisco Beltrão e mãe de três filhos. Tem formação no magistério, graduada em economia domestica, pós graduada em metodologia de ensino do 1º grau, supervisão e gestão escolar e também em psicopedagogia. Atua na educação há 29 anos, período em que exerceu funções de professora do Mobral, Escola Jovens e Adultos (EJA), séries iniciais, coordenação e direção de escolas. Por cinco anos dói diretora da Escola Municipal Sagrado Coração, do bairro Padre Ulrico. Há 17 anos é diretora da Escola Municipal Madre Boaventura, no bairro São Miguel. Um dos marcos é ter lutado e ver tornar realidade a nova escola, com melhor espaço e conforto para os alunos. Outra realização foi conseguir o tempo integral para 300 alunos, ofertando ensino, alimentação, oficinas e recreação. Além desta doação para a educação, também realizou vários trabalhos voluntários como catequista, membro do Conselho Municipal da Mulher e coordenadora de grupos de famílias. Por esta e outras realizações recebeu o reconhecimento da Câmara, com a Moção de Aplauso.

Depoimento da professora Neiva:

Outros assuntos

Foi aprovado na Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão o Projeto do Legislativo que altera a Lei municipal que regula a atividade dos postos de combustíveis. O projeto revoga o artigo 5º da Lei de dezembro de 2007, que determina distância mínima de 350 metros entre estes estabelecimentos. Agora não existe mais esta limitação territorial. Os vereadores seguiram orientação do Ministério Público, através do Promotor de Justiça, Roberto Tonon Júnior. No seu entendimento, esta limitação territorial é inconstitucional. Inclusive cita a súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal, publicada em 23 de junho deste ano, confirmando a inconstitucionalidade, porque fere o princípio da livre concorrência. O Promotor Tonon fez a entrega de documentos à Câmara sobre decisões da justiça em assuntos semelhantes. Outro Projeto aprovado, do Executivo, autoriza a doação de terreno de 382 m2, localizado no prolongamento da avenida Julio Assis Cavalheiro, para a Ordem dos Advogados do Brasil, OAB, subseção de Francisco Beltrão. O terreno foi avaliado em R$ 350 mil. No local será edificada a sede própria da entidade que possui 670 associados de 20 municípios, que abrangem sete comarcas. Atualmente a sede funciona em local alugado, no bairro Nossa Senhora Aparecida.

Presidente da OAB/Francisco Beltrão, Marcelo Miró: