Por Everton Leite

Na pauta da reunião de ontem, 10, na Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão, havia três projetos de lei do executivo, dois do legislativo e mais três requerimentos.

Em segunda discussão e votação, seis vereadores votaram a favor, dois contrários e o vereador Paulo Grohs se absteve de votar em favor da lei que regulamenta e cria critérios para os serviços de transporte escolar. A partir da publicação fica definido que o serviço deve ser oferecido na proporção de 800 alunos cada veículo do transporte escolar.

Os vereadores, Maor Prolo e Jocemar Madruga votaram contra essa regulamentação. Segundo o vereador Madruga é inconstitucional determinar o número de veículos ou empresas que vão trabalhar nesta área.

Outro assunto, o projeto de lei 072/2011 em primeira discussão e votação prevê mudanças na subdivisão de loteamentos da Cohabel e foi aprovado por unanimidade.

O projeto 074/2011 foi aprovado por todos os vereadores na renovação da concessão para a empresa Sul Real comércio de Aluminios para utilização de um espaço no Distrito Industrial Dante Manfroi.

Já o projeto 075/2011 em relação a Cooperativa Agroindustrial dos Produtores de Cachaça Artesanal do Sudoeste foi retirado por cinco dias.

Todos os requerimentos da pauta foram aprovados.