• Compartilhe no Facebook

Executivo e servidores discutem pauta de reivindicações (Foto: Assessoria/Prefeitura)

Os servidores municipais de Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, seguem em movimento de greve, deflagrado na segunda-feira (19). Segundo a categoria, o Poder Executivo não implementou pontos constantes na pauta de reivindicações da categoria, daí a mobilização dos trabalhadores.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (SITESPM), no mês de maio, o prefeito abelardense, Wilamir Cavassini, participou de assembleia dos servidores e assumiu o compromisso de incorporar as Progressões constantes do Plano de Carreira dos servidores ao vencimento do cargo e de regulamentar a escolha de vagas anuais aos servidores. O prazo firmado para o encaminhamento dos dois Projetos de Lei à Câmara de Vereadores foi agosto. Porém, as proposições não foram encaminhadas.

O representante do sindicato, Joarez Weber, em entrevista à Rádio Club de Palmas, informou que na manhã de segunda-feira (19) foi realizada uma reunião junto ao prefeito municipal, que apresentou a proposta de manutenção do adicional de insalubridade para determinados cargos e a incorporação de progressões, além da participação do sindicato na elaboração da proposta de reforma administrativa. Porém, em assembleia realizada no período da tarde, os servidores decidiram pela continuidade da greve. Ouça:

Em entrevista à Rádio Club na manhã desta terça-feira (20), o prefeito Wilamir Cavassini, falou sobre pauta de reivindicações do funcionalismo, salientando que alguns pontos não podem ser considerados, em decorrência da situação financeira do município.

Conforme o prefeito, foi solicitado ao movimento que apresente uma nova proposta, documentada, para que o Executivo e o servidores voltem a se reunir ainda nesta terça-feira para discutir o encerramento da greve. Ouça: