84ª CIRETRAN de Chopinzinho.
  • Compartilhe no Facebook

84ª CIRETRAN de Chopinzinho.

Os servidores do Detran Paraná entraram em greve nesta segunda-feira (15), por tempo indeterminado. De acordo com o Sindicato dos Servidores do Detran-PR, os servidores querem a aprovação do plano de carreira e aumento dos investimentos no órgão. No município de Chopinzinho, sudoeste do estado, a 84º Ciretran aderiu a paralisação.

No Paraná, o Detran atende 5 milhões de condutores e 6,4 milhões de veículos todos os anos. Ao todo, são mil servidores, que pedem melhorias no atendimento a população e mudanças no plano de carreira da categoria.

Apesar da greve, o Sindicato informou que seis serviços considerados essenciais, serão mantidos.

1- Liberação de veículos apreendidos;

2- Serviços que envolvam documentos necessários para veículos de serviços essenciais e emergências (policia, ambulância, etc.);

3- Processo para registro de veiculo novo;

4- Renovação de CNH, vencida há mais de trinta dias (montagem, foto e agendamento de exames);

5- Recebimento e devolução de CNH suspensa (emissão guia, foto e agendamento);

6- Realização e exames práticos para processo de primeira habilitação vencendo em trinta dias.

Os terminais de autoatendimento e serviços online seguem funcionando normalmente durante a greve.

Segue abaixo a nota enviada pelos servidores do Detran-PR a população paranaense:

CARTA ABERTA À COMUNIDADE

Prezado cidadão paranaense é com muita tristeza que nós servidores do DETRAN/PR, devido ao descaso por parte do GOVERNADOR BETO RICHA, enfrentamos uma série de problemas.

É claro que a má administração do Estado, bem como as tentativas desesperadoras para arrecadar fundos, que vão desde um projeto para antecipação de recolhimento de impostos de 2015 até o aumento da alíquota, bem como a retirada de fundos judiciários, e com o mérito de ter sido o governo que mais gastou com publicidade nos últimos tempos, o fato que parece que mesmo com arrochos, contorcionismos fiscais o caixa do Governo do Estado do Paraná não fecha.

O Sistema de Assistência a Saúde(SAS), encontra-se precarizado. Como demoras absurdas para se agendar uma consulta, sem falar em regiões que se quer possui atendimento por falta de repasse financeiro do estado. E no quesito ParanaPrevidência o Projeto do governo pretende fixar a taxa de 11% sobre benefício do servidor que ganha mais do que o teto do INSS.

Não temos recebido promoções e progressões que são direito legal dos servidores. E este mês fomos surpreendidos, pois os de acordo com a Secretaria de Administração e Previdência do Estado do Paraná os servidores que sairão de férias nos meses de dezembro e janeiro, não receberão os valores de direto referentes ao terço de férias, e sem qualquer aviso prévio,e sem nada pro escrito, o recursos humanos informou os servidores que isto é uma determinação do governo e o valor será parcelado em três vezes, a partir de janeiro de 2015.

Não bastasse isso ainda corremos o risco de não recebermos o décimo terceiro devido a situação do caixa. Também vivemos o constante medo de termos nossas atividades específicas e exclusivas, e prevista na Constituição Federal serem terceirizadas, trazendo sérios prejuízos a população, para a segurança e para a vida.

E por fim temos reivindicado há anos nosso Plano de Carreira, que é fortalecido pela Emenda Constitucional 82. Nosso projeto está nas esferas do governo e nos parece que não há interesse real em valorizar nossos servidores, e que apenas protelam a cada dia nosso sonho.

Lembramos que o DETRAN/PR é o segundo órgão que mais arrecada sobre tudo após o TARIFAÇO, que reajustou as taxas algumas em mais de 200%.

Diante do exposto não temos outra alternativa a não ser convocar uma assembleia para deliberar sobre uma paralisação, que visa exclusivamente fazer com que o governo nos ouça.

Atenciosamente,

SERVIDORES DO DETRAN/PR( SERES HUMANOS, PAIS, MÃES E FILHOS ASSIM COMO VOCÊ).