Debater estratégias de fortalecimento a agricultura familiar. Este é o grande objetivo do Seminário Estadual do Cooperativismo Solidário e da Agricultura Familiar, que aconteceu nos dias 10 e 11 de abril, em Francisco Beltrão, PR, promovido pela Unicafes Paraná em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA e a Prefeitura Municipal de Marmeleiro.

O encontro aconteceu no auditório da Casa de Formação, local que lotou com a presença de dirigentes de cooperativas, autoridades estaduais e federais e entidades parceiras entre elas a Emater, Arcafar Sul, Fetraf Sul, Unioeste, UTFPR, SEAB, SEED, MDA, MAPA, MTE, entre outros.

Em seu pronunciamento, o presidente da Unicafes, Luiz Ademir Possamai, destacou a parceria com as demais entidades e enfatizou a importância da união neste ano que é tão oportuno para o setor. “É um ano curto, com a realização das eleições e da Copa do Mundo, mas a agricultura familiar merece toda a atenção. E nossos olhos devem estar voltados para os agricultores familiares, já que representa a maior parte dos trabalhadores na agricultura”, disse Possamai.

Para a deputada estadual Luciana Rafagnin (PT-PR), o evento é uma oportunidade para debater o rumo e as políticas públicas de apoio a agricultura familiar. “O governo brasileiro inverteu as prioridades e houve uma maior valorização, através das políticas públicas, PAA, PNAE e também graças aos esforços das organizações que tem investido nos agricultores familiares”, destacou.

Neveraldo Oliboni, da Fetraf-Sul, destacou o crescimento do cooperativismo e do sindicalismo na região sudoeste. “Neste ano percebi uma presença maior de cooperativas e sindicatos no evento. E isso nos estimula a lutarmos juntos para alcançarmos mais conquistas para a agricultura familiar”.

Aula de cooperativismo

Maria Aparecida Geffer, da Arcafar Sul, enfatizou a educação no campo voltado para o cooperativismo e destacou a importância da Unicafes como parceira no processo de formação. “A Unicafes proporciona uma cobertura mais ampla do projeto, com a participação maior de mulheres e jovens. E isso vem a fortalecer as casas familiares rurais”, relata Cida.

Para ela, o evento é a melhor aula que os jovens já tiveram. “Nesse dia, eles não estão perdendo aula nas escolas, e sim aprendendo mais sobre os processos de cooperativismo, o que é fundamental para a sucessão familiar e a gestão das propriedades”, enfatizou.

Lei Estadual do Cooperativismo

No dia 21 de março, o Governo do Estado do Paraná designou a Unicafes PR para compor um grupo de trabalho que terá como missão a elaboração de propostas para a regulamentação da Lei 17.142/2012, que estabelece a Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo. Visando levantar tais propostas em conjunto com as cooperativas, na parte da tarde, houve uma explanação feita pela Unicafes PR que abordou sobre os aspectos do projeto de lei e seus benefícios.

Sobre a Lei, a deputada acredita que a regulamentação ganhará mais força se acontecer o debate entre parlamentares e organizações. “Assim, é fundamental a participação da Unicafes neste debate para chamar os deputados à importância da lei para o cooperativismo solidário”, declarou.

Durante o dia, foram realizados painéis com debates alusivos ao Ano Internacional da Agricultura Familiar, ministrados pela Unicafes PR, a UTFPR, Infocos, Emater e o deputado federal Assis do Couto (PT-PR) e o representante do Senaes, do Ministério do Trabalho, Vital Filho.

Ainda na quinta-feira, aconteceram as oficinas temáticas sobre Redes de Cooperação e modelo organizacional, Programa de Ater Cooperativado, Cooperativismo e Políticas Públicas, Formação Cooperativista, Mulheres Cooperativistas e Jovens Cooperativistas.