A próxima edição da Semana Nacional da Conciliação será realizada entre os dias 5 e 9 de novembro nos Tribunais Estaduais, Federais e do Trabalho, em todo o País. O evento para promover a cultura do diálogo entre as partes de um conflito, criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ocorre, anualmente, desde 2006.

  • Compartilhe no Facebook

A ação também está confirmada para a Comarca de Palmas, sul do Paraná. O Juiz da Vara Civil, Eduardo Vianna, explicou que  os procedimentos visam desengavetar e solucionar processos de médias e baixas complexidades. “Já oficiamos as partes para participarem da semana dedicada a resolução de processos”, disse ele.

  • Compartilhe no Facebook

A previsão da magistratura local é resolver pelo menos 100 questões via conciliação. Entretanto, há uma intenção de no próximo ano desenvolver-se outras iniciativas locais para dar vazão às soluções de demandas judiciais. Levantamento recente apontou a formulação de pelo menos 1.100 processos de baixa complexidade.

Conforme ele, são reclamação de telefonia ou compras no comércio. “Se observarmos, veremos que de cada 30 habitantes de Palmas, um entrou com algum tipo de processo na justiça, contudo esta demanda assegura que o sistema está funcionando”, realça e faz uma referência, “ninguém vai atrás de carro velho que não funciona, se estão nos procurando é por que a justiça está correspondendo”.

Em todo o país, em sua primeira edição, foram agendadas 83.900 audiências e efetuados 46.493 acordos. Em 2017, mais de 225 mil processos que estavam em tramitação foram solucionados de forma consensual. Foram realizadas 318.902 audiências, das quais 70% resultaram em acordo. O valor dos acordos atingiu o montante de R$ 1,57 bilhão.