A problemática da violência  contra a mulher foi destacada na manhã desta quinta-feira (12) no Programa Dinâmica 1050 da Rádio Club AM de Palmas, sul do Paraná. O tema foi abordado pelo Juiz de Direito, Henrique Kurscheidt e o Promotor de Justiça, Juliano Marcondes Paganini.

promotor
  • Compartilhe no Facebook

Promotor, Juliano Marcondes Paganini

Durante o programa, foram apresentados dados que ilustraram o alto índice de violência contra a mulher em Palmas. “A situação de violência em Palmas é endêmica e cultural”, avaliou o promotor. Citou que semanalmente ocorrem entre duas e três prisões em flagrante de homens sob suspeita de violência, agressão e ofensa e em média outras duas concessões de medidas protetivas à mulher.

Diante do quadro, o Poder Judiciário como apoio do Ministério Público da Comarca – seguindo orientação do Tribunal de Justiça do Paraná – desenvolvem esforço concentrado durante a Semana Nacional de Combate à Violência contra a Mulher, de 09 a 13 de março.

Juiz, Henrique Kurscheidt
  • Compartilhe no Facebook

Juiz, Henrique Kurscheidt

Conforme o Juiz, Henrique Kurscheidt, além de promover ações de  orientações e esclarecimentos à população, o Poder Judiciário e Ministério Publico com o apoio do setor policial  estão ampliando as  ações de combate à violência, bem como  intensificam julgamentos de denunciados com objetivo de diminuir o sofrimento de mulheres vítimas de violência da Comarca.

OUÇA A ENTREVISTA