Por: Francione Pruch

Na semana passada o Ministério da Educação (MEC) disponibilizou em seu site as notas que cada escola, município e estado obtiveram no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de 2011.


Na última edição da prova o município de Chopinzinho não conseguiu alcançar as metas propostas pelo governo federal. Nos primeiros anos do ensino (1º ao 5º ano) a nota ficou em 4.6 pontos, a meta 5.4 pontos. Para a rede pública de ensino (6º ao 9º ano) a nota alcançada 4.4 pontos, abaixo da meta do governo de 4.6 pontos.


O Secretário Municipal de Educação e Cultura de Chopinzinho, Ivo Patel, explica que em 2011, o município passou por uma situação atípica, “temos uma situação diferenciada para o município de Chopinzinho, quanto à turma que fez a prova. Para o ano de 2011, nós tínhamos em função da transição do ciclo de oito anos para o ciclo de nove anos, tinha um quarto ano do ensino de nove anos, e também uma quarta série do ensino de oito anos. E a prova naquele ano estava sendo proposta para os alunos do quinto ano, no caso de Chopinzinho, não tinha o quinto ano do ensino de nove anos, em função da implantação gradativa desse modelo de ensino de nove anos”.

O secretário destaca que na época os alunos que realizaram a prova, parte deles vieram de outras escolas, “tínhamos no município uma única turma, que foram aproximadamente 20 alunos que eram do último ano do ensino de quarta série dos oito anos. Esses alunos foram retidos no ano anterior com defasagem de aprendizagem, esses alunos são oriundos de transferências recebidas de outros municípios. Consequentemente os mesmos não fizeram parte da educação do município em suas séries iniciais”. Frisa Patel.

 

Para a edição da prova em 2013, o município estará reforçando a qualidade na educação, “acreditamos que o município enquanto sistema educacional está no caminho certo, e tivemos apenas em 2011, uma redução deste índice. Com certeza os resultados para os próximos anos serão positivos, pois vem sendo trabalhado um modelo de ensino adequado à realidade do nosso município”. Comenta o Secretário Municipal de Educação.