Na Sessão Ordinária desta segunda-feira, 17, os vereadores de Francisco Beltrão aprovaram por unanimidade três projetos, um do Executivo e dois do Legislativo, além de três requerimentos. Um dos projetos, de autoria do vereador Paulo Grohs, PSDB, concede o Título de Cidadão Honorário para o pioneiro Ottelino Savegnago, 88 anos, que reside em Francisco Beltrão desde 1951, quando chegou recém-casado com dona Ondina.

Em 1953 fixou residência na Linha Gaúcha. Teve participação fundamental na luta pela terra na região, durante a Revolta dos Colonos, em 1957. Em Francisco Beltrão Ottelino foi mecânico, caminhoneiro, serralheiro e comerciante. O casal vive um matrimônio de 63 anos e tem cinco filhos. Ottelino é aposentado e ainda tem granja na Linha Gaúcha.

Outro projeto do legislativo, assinado por todos os vereadores, altera dispositivos da Resolução que trata da realização de Sessões Ordinárias fora do recinto da Câmara. A lei previa a realização de uma sessão ao mês. Com a mudança, poderão ser realizadas até duas sessões ao mês fora do recinto da Câmara. O objetivo é que mais bairros e localidades do interior tenham a oportunidade de receber os vereadores, visto que esta iniciativa visa aproximar ainda mais o Poder Legislativo da comunidade.

O projeto do executivo altera anexo de lei municipal e amplia em 2.742 m2 o perímetro urbano de Francisco Beltrão, o que permitirá a construção de um conjunto habitacional com mil casas para atender famílias de baixa renda. O projeto está em fase de elaboração. As moradias serão edificadas próximo do bairro Sadia.

Através de Requerimento o vereador Paulo Grohs solicitou informações do executivo sobre a implantação do sistema de abastecimento de água no poço artesiano já perfurado na comunidade de Lajeado Grande. O vereador Brizola, PSL, solicitou da prefeitura a concessão de comodato de um terreno na Cidade Norte para a instalação da sede da Associação da Polícia Militar da microrregião de Beltrão. A vereadora Maria de Lourdes Pazzini, PMDB, pediu a instalação de brinquedos adaptados nas praças, parques, escolas públicas e Centros Municipais de Educação Infantil. Também que as academias da terceira idade sejam adaptadas para atender idosos com necessidades especiais.

Por meio de Indicações a vereadora Elenir de Souza Maciel, PP, sugeriu que seja reconstruído o ponto de ônibus localizado próximo do acesso à Linha Oswaldor Cruz, na PR 483. Também gestionou a instalação de uma ATI, Academia da Terceira Idade, na Linha Oswaldo Cruz. Ivanir Tupi Prolo, PP, pediu a recuperação urgente da estrada vicinal principal das comunidades do KM 8, KM 15, KM 20, KM 23, KM 26, Km 30 e Ponte Nova do Cotegipe. Paulo Grohs reivindicou calçamento na rua Guilherme Lindner, no bairro Sadia.