A captação de água do Rio Marrecas e a Estação de Tratamento de Água de Francisco Beltrão estão recebendo obras de ampliação e de modernização nos processos e equipamentos. As duas unidades terão 50% de aumento da sua capacidade produtiva, chegando a 22,5 milhões de litros de água tratada por dia. O gerente geral da Sanepar na região, Renato Mayer Bueno, destaca que as obras vão atender a demanda de água da cidade por pelo menos mais 12 anos. Os investimentos ultrapassam R$ 10,7 milhões.

Na captação do Rio Marrecas, além do aumento no volume de água captada, serão implantadas duas estações elevatórias para transportar a água até a estação de tratamento, localizada no Jardim Petrópolis. Na unidade de tratamento estão sendo construídos novos módulos compostos por floculadores, decantadores e filtros. Para modernizar a estação de tratamento, a Sanepar está instalando novos equipamentos para dosagem dos produtos químicos, automatizando todos os instrumentos que auxiliam no processo de tratamento e implantando uma estrutura de concreto que será responsável pela recirculação da água resultante das lavagens dos filtros.

O volume de obras vai gerar ao longo do seu curso cerca de 370 empregos, entre diretos e indiretos. A conclusão deste empreendimento está prevista para o primeiro semestre de 2016 e vai beneficiar 80 mil moradores da área urbana.

ESTAÇÃO COMPACTA – Até que as novas unidades entrem em operação e para poder atender a demanda nos dias de maior consumo, a Sanepar instalou uma Estação de Tratamento de Água compacta que tem capacidade para tratar 1,4 milhão de litros de água por dia. O equipamento entra em operação dentro de 10 dias. “O objetivo é reduzir o risco de desabastecimento”, destaca o gerente Renato.

Fotos: Evandro Artuzi