O SAMU registrou uma redução significativa de atendimentos de urgência e emergência na região Sudoeste do Paraná. A informação, é do coordenador da Central de Regulação do Samu do Sudoeste, Dr. André Morrone.

De acordo com ele, um dos motivadores seria o isolamento social. A redução do tráfego nas vias públicas, municipais, estaduais e federais, fez com que diminuíssem também os números de acidentes. A quantidade de atendimentos à pessoas feridas em situações de crime também diminuiu.

Por outro lado, segundo Morrone, as demandas de ligações via 192, aumentaram consideravelmente. A maioria dos atendimentos são voltados para orientações psicológicas, como crises de ansiedade e pânico.

“Quando o caso é de menor gravidade, a gente orienta quem está próximo da pessoa que está passando mal, para estratificar (avaliar o estado) o risco desse paciente. Se o caso for mais grave, e a gente ver que precisa ser encaminhado para um pronto atendimento, a gente aciona o recurso”.

Ouça na íntegra: