por Ivan Cezar Fochzato

 

 

O município de Palmas, sul do Paraná,  contabiliza apenas 772 novos empregos formais, de janeiro a outubro de 2012. É o que aponta o CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego. No período foram  registradas 5.253 admissões contra 4.481 desligamentos. O universo de trabalhadores formais em Palmas é de 8.072 distribuídos em 2.033 estabelecimentos empregatícios.

 

A função de auxiliar de linha de produção é o que apresentou mais saldo nesse ano. Os salários médios pagos aos trabalhadores das ocupações que mais empregaram no período é de R$ 678 reais. O setor comercial apresenta um saldo negativo, pois demitiu mais do que contratou trabalhadores formais, ou seja, com registro em carteira.

 

width=650
  • Compartilhe no Facebook

 O saldo de empregos formais em Palmas, durante todo o ano de 2011 foi de apenas 38. Foram contratados 4.728 e demitidos 4.690.

 

PROJEÇÕES

 

Conforme informações de sistema público de intermediação de empregos em Palmas, o cenário da oferta de novos postos momentaneamente está estagnado, uma vez que, as indústrias que mais contratam, por exemplo, as do setor madeireiro, já sinalizam para a diminuição do ritmo de produção, iniciando um período de concessão de férias coletivas a seus quadros. Por outro lado existe uma expectativa que entre o final de dezembro e inicio de janeiro, com o início das atividades junto aos pomares da maçã e nas lavouras de batata, possam aquecer a oferta de postos de trabalho.