Pela primeira vez em 30 anos, o Rotary Club de Palmas terá a presidência de uma mulher. Foi empossada para a função, a empresária, Marilene Langaro Bosquiroli Lovo, que sucede Luiz Carlos Lorenzet, para o ano rotário 2013/1024. Na oportunidade tomaram posse ainda a nova presidente do Interact Club, Alana Lima e do Rotaract, Jardel Trindade.

Foi ainda lançado o selo personalizado dos Correios marcando os 30 anos da entidade em Palmas. O gerente regional de vendas, Wilson Binotto, informou que o selo personalizado pode ser feito para atender um tipo de comemoração se tornando uma marca forte, pois, uma réplica deste selo ficará no Museu Postal em Brasília.

No evento festivo, foi procedida a entrega da Prova Quádrupla,  uma das mais altas honrarias do Rotary Club ao vereador Cidenei Cristian Allebrandt, e a posse do novo membro Lindomar Maccarini.

 

O presidente da gestão 2012/13, Luiz Carlos Lorenzet que passou o PIN a Marilene Lovo revelou que ser presidente deste clube de serviço foi um momento muito especial em sua vida e também um desafio.

Em seguida, relatou os projetos que foram colocados em pratica durante sua gestão: palestras nas escolas com a finalidade em levar para as crianças pensarem e debaterem sobre a corrupção no país, sobre sexualidade, projeto Paz no Trânsito, intercâmbio, tradicionais feijoadas e torneio de truco, sendo que, os recursos arrecadados nestes eventos foram enviados a fundação Rotária para compra anual das vacinas contra Poliomielite, distribuída no mundo todo. “Agradeço o conselho diretor, minha família e a todos que me apoiaram durante a gestão. Desejo felicidades a companheira Marilene que vai ocupar este cargo”, completou Lorenzet.

“Vou assumir um clube muito bom, e tentar melhorar algo que já é bom é um desafio. Assumimos esse compromisso com o lema para 2013/2014: Viver Rotary Transformar Vidas”, com estas palavras a nova presidente, Marilene Lovo iniciou seu discurso.

Ela destacou ainda que iniciou no Rotary em março de 2009 e desde aquele momento passou a viver Rotary e a maior transformação ocorreu na questão pessoal na gratidão quando se ajuda um semelhante. “Os rotarianos independente de sua nacionalidade, religião, ideologia política se reúnem baseados em união e companheirismo prestando serviços a comunidade. Somos mais de 1,4 milhão de rotarianos no mundo, presentes em 215 países. Em Palmas tem aproximadamente 100 pessoas unindo Rotary, Associação de Senhoras de Rotarianos (ASR), Rotaract e Interact”, reiterou Marilene e pediu para que Jardel e Alana que tomaram posse mantenham o foco nos projetos e na união de seus respectivos clubes, pois, dessa forma vão conseguir o sucesso.

Emocionada, agradeceu a sua família e também enfatizou que o Rotary também muda e vem se adaptando a mudanças, mas existe uma característica que não muda e não deve mudar nunca: a ética. A ética que esta explícita através da Prova Quádrupla, que serve como uma reflexão em relações pessoais, profissionais e sociais. “Com o comprometimento de cada um dos companheiros em todas as ações do nosso clube penso que podemos Viver Rotary e Transformar Vidas”, concluiu a presidente.