Depois de ter controlado um princípio de rebelião na manhã desta terça-feira (21), a Polícia Militar foi novamente acionada agora tarde pela direção da Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão. Equipes da Rotam e do Serviço Reservado (P2) foram chamadas por volta das 15h30 quando detentos iniciaram um tumulto na unidade prisional. Eles começaram a bater nas portas das celas, por isso foi ordenado pela direção da unidade uma nova operação “bate grade”, semelhante à realizada no período da manhã quando diversos objetos foram apreendidos.

A PM está sendo auxiliada por Agentes Penitenciários da Soe (Seção de Operações Especiais) da Secretaria de Justiça do Paraná. Além disso, o diretor da Penitenciária Joabe Barbosa, o promotor Fabricio Trevisan de Almeida e o diretor geral do Depen/PR (Departamento Penitenciário do Paraná) acompanham a situação.

O clima é de tensão entre os agentes penitenciários da unidade que abriga atualmente 1200 detentos, número superior a sua capacidade. No motim registrado pela manhã alguns detentos ficaram feridos no enfrentamento com a Polícia Militar. Dois foram encaminhados ao hospital e os demais foram atendidos no local pelo Corpo de Bombeiros.

O comando do 21º Batalhão de Francisco Beltrão, através do Major Samir Wassouf, acompanhada toda movimentação de perto. Além do efetivo local, hoje pela manhã foram acionadas também equipes da Rotam e do Canil do 3º Batalhão de Pato Branco. Veja fotos da operação bate grade realizada  hoje (21), pela manhã. As imagens são da assessoria de comunicação do 21º BPM.