As rodovias bloqueadas na região sudoeste serão liberadas de duas em duas horas para o trânsito de caminhões. A decisão foi tomada durante reunião na tarde desta sexta-feira (27) entre prefeitos e representantes dos transportadores. A iniciativa da Amsop (Associação dos municípios do Sudoeste) tem por objetivo amenizar os prejuízos gerados pela paralisação na região.

Com a pista liberada, caminhões com cargas perecíveis e carregados com ração para aviários poderão chegar ao destino sem enfrentar a resistência dos manifestantes. Também será possível escoar a produção agrícola das cerealistas.

Para o prefeito de São João e presidente da Amsop, Altair Gaspareto, o acordo deve amenizar a situação caótica registrada no sudoeste desde o início da greve dos caminhoneiros. Segundo ele, a entidade apoia os transportadores, mas não pode admitir que a população tenha prejuízos, por isso foi firmado o acordo.

Gilberto Gomes da Silva, representante dos transportadores, também ficou satisfeito com a decisão. O sindicalista afirma que ninguém sai perdendo e a classe pode continuar as negociações com o governo federal.