Rodeio realizado na Expobel. Foto de divulgação.
  • Compartilhe no Facebook

Rodeio realizado na Expobel. Foto de divulgação.

A arena de rodeio ficou montada no parque de exposições Jayme Canet Junior de Francisco Beltrão entre os dias 10 e 13 de março, durante a Expobel, e levou milhares de espectadores. Trinta peões de diversos estados brasileiros e mais de 20 touros pesando mais de 900 quilos participaram pela primeira vez de uma edição da exposição beltronense. E toda essa estrutura poderá ser vista novamente no Município. É o que disse na quinta-feira, 17, o narrador oficial do rodeio na Expobel, César Paraná, da equipe César Paraná de Chapecó (SC).

“Foi um evento surpreendente, pessoal muito receptivo. Viajo muito por esse Brasil e realizo diversas participações em feiras, mas este em Beltrão ficou marcado, é um modelo a ser seguido por outras cidades por toda a organização do comitê gestor da feira”, comemora César. “Tem empresários de Beltrão que nos procuraram para realizarmos mais uma edição do rodeio, porque muita gente não conseguiu assistir as apresentações durante a Expobel. Quem sabe esse ano a gente volte a fazer mais um rodeio aqui”, conta César Paraná

Fiscalização do evento

Bem antes de o rodeio começar, havia especulações de que os animais eram maltratados e, por isso, o evento não poderia acontecer. Porém, conforme informações do sargento Charles Civa, da Força Verde, “por parte da Polícia Ambiental não houve nenhuma autuação e irregularidade durante a realização do rodeio.” César Paraná destacou que integrantes da ONG Arca de Noé de Beltrão também acompanharam o rodeio.

Civa alerta para outra questão bastante popular no Sudoeste: as rinhas de galo. Para o sargento, não existe lei que regulamente esse tipo de evento. “Todas as rinhas são ilegais. Recentemente fechamos um local em Manfrinópolis que promovia esse tipo de situação e estamos monitorando outros municípios”, avisa Civa.

Geração de empregos temporários

A equipe César Paraná participa de aproximadamente 40 rodeios por ano, gerando emprego por onde passa. “Aqui em Beltrão mais de 70 pessoas trabalharam na montagem e nos demais serviços que esse evento necessitou. Nem mesmo a crise política e econômica que o país atravessa afetou nosso espetáculo”.

Classificação final e premiação do rodeio

1º Silvano Palacrano – Braganei (PR) – R$ 3.000

2º Reinaldo da Silva – Campo Mourão (PR) – R$ 2.000

3 Welington Ferreira – Campos Novos Paulista (SP) – R$ 1.000

4º José Carlos Ribeiro – Iguaraçu (PR) – R$ 800

5º Xaiene Stalone – Francisco Beltrão (PR) – R$ 500