Em entrevista na manhã de hoje (10), ao programa Dinâmica 1050, da Rádio Club de Palmas, sul do Paraná, o senador Roberto Requião (PMDB) fez uma avaliação do cenário paranaense e brasileiro. Na oportunidade, o atual governo do Estado sofreu duras críticas por parte do parlamentar, que classificou o Paraná como um “Estado sem governo.”

Segundo Requião, é preciso reorganizar o Paraná através de programas de apoio em todas as áreas, defendendo de forma pontual, a candidatura própria do PMDB ao governo do Estado. Indagado sobre a possibilidade de seu nome ser colocado para a disputa nas eleições, disse que depende dos correligionários, mas por pelo menos 5 vezes usou uma frase já conhecida: “Me chamem, que eu vou!”.

Com relação à uma possível aliança com o PT, Requião demonstrou dificuldades, afirmando que não é um bom caminho para o PMDB, em virtude das parcerias feitas pelo Partido dos Trabalhadores nas eleições de 2010. Segundo Requião, “O Estado deve voltar a ser do povo do Paraná”.

Ouça a entrevista na íntegra: