O deputado estadual Reichembach (PSC) usou a tribuna para falar sobre vários temas de interesse público, como a paralisação dos caminhoneiros, o prejuízo dos agricultores e a necessidade de uma ampla reforma política.

De acordo com o parlamentar, o movimento dos caminhoneiros é legítimo e mostra a força das duas categorias, especialmente na região Sudoeste do Paraná.  “Os prejuízos foram enormes, os frigoríficos da nossa região deixaram de abater mais de dois milhões de aves por dia, os produtores de leite perderam milhares de litros, que infelizmente acabaram sendo jogados fora, comprometendo uma das principais fontes de renda da agricultura familiar, por não terem como entregar o produto. Por fim, não podemos esquecer que esta questão ainda não está bem resolvida, em alguns pontos, entre os caminhoneiros e o governo federal”, afirma Reichembach.

Sobre a reforma política, Reichembach lembrou que foi constituída na casa uma comissão para acompanhar, discutir e sugerir alterações na reforma que entrará na pauta do congresso nacional em breve, “creio que essa reforma é esperada pela população e só trará melhorias se a população for ouvida. Hoje temos que rever o número exagerado de partidos que leva a um alto custo da máquina pública em função da quantidade de cargos públicos, a forma como é feito o financiamento das campanhas, que só contribuem para o aumento da corrupção. Precisamos acabar com a reeleição no executivo, limitar as reeleições no legislativo e por fim acabar com a suplência na disputa pelo senado federal, hoje têm senadores que assumem o mandato sem ter recebido nenhum voto”, analisa o deputado.

Na tribuna, o parlamentar exemplificou algumas consequências do sistema da reeleição, “é necessário lembrar que nos últimos anos o governo federal, não investiu no setor elétrico, reduziu o valor, fez isenções e adotou medidas populistas, demagógicas e eleitoreiras. Outro exemplo foi a redução do preço da gasolina em 2014, porém, hoje a gasolina está com o preço muito alto, enquanto que em outros países o petróleo está em baixa. A população está cansada de arcar com custos extraordinários, principalmente com o aumento de impostos. Também temos que observar que aproximadamente 20 estados entre eles o Paraná, encontra-se em sérias dificuldades financeiras”, alertou Reichembach.

O deputado concluiu falando sobre o sistema político que está esgotado. “A população tem se mostrado contra o governo nas três esferas, seja, federal, estadual ou municipal, contra os políticos de um modo geral. Nosso sistema político exauriu-se, faliu. Temos que recuperar a nossa credibilidade. Considero oportuna a criação de uma comissão para discutir esse assunto, que represente de forma real os interesses da comunidade”.