Na última sexta-feira, 6 de março, aconteceu mais uma reunião do Condef (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Francisco Beltrão) na Associação Empresarial (Acefb), comandada pelo presidente do Condef, Antonio Pedron.

Região Metropolitana (RM) para Francisco Beltrão, instalação da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e curso de Medicina da Unioeste – implantado em 2013 – forma os temas debatidos. A RM vem sendo bastante discutida na região Sudoeste, projeto esse desenvolvido por deputados estaduais da região. Estiveram presentes no encontro os deputados estaduais Nelson Luersen (PDT) e Wilmar Reichembach (PSC).

Luersen informou que, caso o projeto seja aprovado, terá mais acesso a verbas que atualmente só são direcionadas a regiões metropolitanas. “Somos praticamente integrados, muita gente de Realeza, de Planalto, vem estudar em Beltrão, de repente, de Beltrão a pessoa vai estudar em Realeza; o transporte pode ser um assunto de uma região metropolitana”, disse.

Outro exemplo citado foi a saúde, que envolve os municípios da microrregião, bem como a habitação. “Existem subsídios do Minha Casa Minha Vida exclusivos para regiões metropolitanas”, disse Luersen. Como preliminar da reunião, o arquiteto Dalcy Salvatti fez uma explanação sobre as regras de uma RM.

O deputado Reichembach disse que conversou com o deputado Paulo Litro (PSDB), para que houvesse um entendimento em relação ao encaminhamento desse pleito. Nessa semana, Paulo protocolou um projeto para uma RM para Dois Vizinhos e municípios próximos. “Deve ter sido pressão da sociedade de Dois Vizinhos, mas conversei com ele e acho que poderemos ter um entendimento”, declarou Reichembach. O deputado Guto Silva (PSC) já encaminhou pedido de RM para Pato Branco e mais 14 municípios. Se a microrregião de Beltrão se dividisse com DV, a chance de êxito seria menor.

Medicina
A reunião debateu também sobre o curso de Medicina da Unioeste de Beltrão que agora em 2015 acolhe sua terceira turma. O diretor do campus, Gilmar de Mello, disse que nesse primeiro semestre há como prosseguir as aulas no espaço do Bairro Vila Nova, mas para o decorrer do ano, as obras na comunidade da Água Branca deverão estar no mínimo parcialmente concluídas.

Sobre a Embrapa, o debate foi o mesmo já anunciado pelo deputado federal Assis do Couto (PT) no início do ano: a estratégia é direcionar a emenda de bancada – encabeçada pelos deputados Assis, Nelson Meurer (PP) e Leandre dal Ponte (PV) – para o campus da UTFPR de Beltrão, e assim viabilizar a iniciativa para a região ter uma unidade da empresa.

Análise do presidente

Antonio Pedron avalia o encontro como sendo “mais um momento importante da sociedade.” “A sociedade está prestando atenção nos projetos importantes que vem sendo criado e desenvolvido em nossa região”, emenda. Conforme Pedron, esses encontros fazem com que principalmente a comunidade empresarial se una ainda mais em prol do desenvolvimento regional.