A analista ambiental, Marcia Barbosa Abraão, é a nova chefa Refugio da Vida Silvestre dos Campos de Palmas – RVS. A portaria de nomeação ocorreu em abril pelo ICMbio – Instituto Chico Mendes de Biodiversidade, responsável Unidade de Conservação Federal nos municípios de Palmas e General Carneiro, sul do Paraná.

A UC estava sob a chefia do analista Leôncio Pedrosa de Lima que pediu transferência para a Reserva Extrativista Marinha de Pirajubaé, em Florianópolis. O nova chefe do Refúgio de Palmas coordenava as ações do ICMbio  junto  ao Parque Nacional do Pico da Neblina localizado nos municípios de Santa Isabel do Rio Negro e São Gabriel da Cachoeira, no estado do Amazonas.O Pico da Neblina é o ponto mais alto do Brasil com 3.014 metros de altitude.

Ao RBJ  a analista destacou que inicialmente pretende dar sequência aos trabalhos que vinham sendo desenvolvidas pela chefia anterior para posteriormente implantar novas ações. “Como a região de onde eu venho é muito diferente precisarei de um tempo de adaptação e de estudo da realidade local”, explicou.

Relatou que como nasceu e tem familiares no Rio Grande do Sul optou por retornar ao sul do país para ficar mais próxima de seu estado de origem. “A paisagem na região do Refúgio tem semelhança à região onde nasci”, contou ela, acrescentando que tem boas expectativas para o trabalho em Palmas.

REFÚGIO DOS CAMPOS DE PALMAS/GENERAL CARNEIRO

O Refúgio de Vida Silvestre dos Campos de Palmas (RVS-CP) é uma Unidade de Conservação (UC) de Proteção Integral com 16. 582 hectares e foi criado no dia 03 de abril de 2006 por Decreto presidencial. Localiza-se na região conhecida como Horizonte, abrangendo parte do ecossistema de campos naturais de Palmas e General Carneiro, Estado do Paraná, na divisa com o estado de Santa Catarina. Clique e conheça