Foi realizada nesta quinta-feira (04),a primeira audiência pública do Plano Plurianual (PPA) de Palmas, sul do Paraná. A reunião foi realizada no salão paroquial do bairro São José, onde moradores dos bairros Dissenha, São José, São Francisco e Santa Cruz, puderam trazer suas demandas aos gestores municipais. Estiveram presentes o vice prefeito, Nestor Mikilita, bem como diretores, chefes de divisões e representantes de todos os departamentos do município.

 A diretora de Planejamento, Madalena Mergen Lima, destacou que a primeira audiência teve um resultado positivo. Segundo ela, foi um espaço aberto e democrático onde os gestores puderam ouvir as demandas da população de uma forma simples e direta com a participação de um número significativo de pessoas, destacou que o objetivo da audiência foi alcançado, onde a população trouxe as suas propostas de melhoramentos, discutindo e debatendo as prioridades que devem fazer parte do Plano Plurianual.

Segundo Madalena, no bairro São José a principal reivindicação foi em relação aos alagamentos que constantemente atingem a população da comunidade. Conforme ela, o problema não é exclusivamente do bairro São José, mas de toda a cidade e que há muito tempo vêm sendo reivindicadas melhorias nesse sentido e todos os procedimentos adotados como desassoreamento e limpeza do rio, foram medidas paliativas.

Informou que existe um estudo técnico em andamento, para que sejam tomadas medidas definitivas na resolução dos problemas em relação ao rio Lageado. Destaca que a Administração já trabalha na obtenção de recursos para realizar as obras de adequação do rio. Num primeiro momento serão realizadas obras de instalação de tubos, em parceria com o Instituto das Águas do Paraná. Outra medida é a construção de lagoas de vazão, que devem ser feitas na cabeceira do rio.

Outra questão pertinente na audiência foi com relação ao estado das ruas do município. Conforme Madalena, em determinados lugares os moradores já estão pagando pela pavimentação, entretanto, a construção do asfalto não começou. Destaca que algumas das ruas que foram alvo das reivindicações como as ruas Rafael Ribas e Gregório Sendeski, já têm a empresa licitada para realizar as obras de asfaltamento.

Outro bairro que também participou da audiência pública foi o bairro Santa Cruz, cujos principais pedidos de melhorias, também eram com relação à malha asfáltica nas ruas 7 de Setembro, Capitão Paulo de Araújo e Professor Vírgilio Ferreira, onde também foi solicitada a construção de calçadas para que os transeuntes, principalmente estudantes, possam se deslocar em segurança. Informou que, o município aguarda pela liberação de recursos, mas as obras devem iniciar ainda este ano, ou no primeiro semestre de 2014.

Destacou que a população do bairro São Francisco se fez presente para agradecer os investimentos feitos na comunidade, onde estão em construção através de convênios e parcerias com os Governos Estadual e Federal mais de 340 casas e também uma creche, em parceira com o Governo Federal, que atenderá 240 crianças. Informou também que há um projeto de pavimentação para a rua Serrinha e rua das Palmeiras.