Márcio Fernandes Pinto, 29 anos, acusado pelo crime.
  • Compartilhe no Facebook

Márcio Fernandes Pinto, 29 anos, acusado pelo crime.

A Polícia Civil de Barracão, com apoio da Polícia Militar de Salgado Filho e da Polícia Civil de Francisco Beltrão, conseguiu elucidar nesta segunda-feira (24) o desaparecimento de Marcos Antonio Aguirre, 30 anos. Ele foi encontrado morto no interior de Salgado Filho.

O corpo foi encontrado na comunidade de Bandeirantes, distante cerca de 5 km de Salgado Filho. A polícia chegou até o local com ajuda do acusado de ter cometido o crime, Márcio Fernandes Pinto, 29 anos. Em depoimento, ele contou que matou Marcos na quinta-feira (20), à noite, com dois titros na cabeça.

Conforme o delegado Max Dias Lemos, responsável pelo caso, o crime foi por motivos passionais. Marcos teria um caso amoroso com a ex-companheira de Márcio e, assim que  saiu da casa dela na quinta-feira foi rendido por Márcio e levado até a comunidade Bandeirantes onde foi morto. Em seguida, o acusado seguiu com o veículo da vítima até outra comunidade, que fica a cerca de 7 km, e abandonou o carro no meio de uma plantação de pinus.

Com medo de ser descoberto, voltou ao local e incendiou o veículo com intuito de eliminar qualquer tipo de prova que o incriminasse, como possíveis impressões digitais. A Polícia Civil chegou até Márcio após tomar conhecimento do caso entre sua ex-companheira e a vítima.

O casal foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Barracão para prestar depoimento e Márcio acabou confessando o crime, entregando inclusive a arma utilizada, um revólver calibre 38. Com ele também foi apreendida uma quantia em dinheiro, pouco mais de R$ 1 mil, que havia sido furtado da vítima.

Márcio Fernandes Pinto já tem antecedentes criminais e foi autuado por homicídio, ocultação de cadáver e furto. De acordo com o delegado, o acusado encontra-se recolhido no setor de carceragem temporária da Delegacia de Polícia de Santo Antonio do Sudoeste, onde aguarda decisão da justiça.

O corpo de Marcos Aguirre, após perícia da Criminalística, foi recolhido ao IML de Francisco Beltrão.

Fotos: Polícia Militar