Carro de propriedade da vítima. Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Carro de propriedade da vítima. Foto: Evandro Artuzi/RBJ

A quinta-feira (12) começou com violência em Francisco Beltrão, no sudoeste do Estado. Por volta das 05 horas da madrugada a Polícia Militar registrou o 13º homicídio deste ano de 2015. Na Rua Santa Terezinha, Bairro Cristo Rei, foi morto com dois tiros na cabeça, Alexsandro da Silva, 25 anos.

O crime ocorreu no momento em que a vítima estava saindo para o trabalho. Ao embarcar no veículo, um Ford Fiesta com placas de Missal, que estava estacionado em frente à residência, Alexsandro teria sido surpreendido por um homem que atirou a queima roupa. O carro desceu pela rua e bateu contra o muro de outra residência.

Moradores acionaram o SAMU, mas ao chegar o médico atestou a morte. O local foi isolado pela Polícia Militar para trabalho da Criminalística que fez a perícia. Logo em seguida, o corpo foi recolhido ao IML de Francisco Beltrão.

A Polícia Civil já iniciou as investigações com intuito de descobrir a autoria e os motivos do crime. As primeiras informações, com base no relato de testemunhas, são de que o autor dos disparos teria fugido com um veículo de cor escura, no entanto ninguém soube dizer qual o modelo.

A companheira da vítima, a ex-mulher, familiares e colegas de trabalho prestaram depoimento durante a manhã desta quinta-feira.  O ex-marido da atual companheira da vítima também foi intimidado a comparecer na delegacia.  Alexsandro da Silva era funcionário da BRF de Francisco Beltrão e também trabalhava como segurança. Há cerca de 60 dias separou da mulher e ontem (11) teria mudado para o novo endereço, onde ocorreu o crime nesta madrugada.

Vítima teve morte instantânea. Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Vítima teve morte instantânea. Foto: Evandro Artuzi/RBJ