Por Larissa Mazaloti

 

Comandada pelo diretor da Escola Oficina, Wagno da Silva, a solenidade de entrega de equipamentos e lançamento da campanha Tributo à Cidadania, foi maracada pelo tom de comemoração. Quinze entidades beneficiadas receberam ontem no auditório do Centro de Eventos, computadores, ventiladores, estantes, mesas, cadeiras, retroprojetores entre outros produtos e equipamentos que foram comprados com recursos arrecadados em 2010.

 

A campanha Tributo à Cidadania incentiva que o contribuinte que declara imposto de renda em modelo completo, destine 6% sobre o Imposto de Renda devido pelas pessoas físicas e 1% pelas pessoas jurídicas. Quem não declara imposto de renda pode contribuir, acessando o site franciscobeltrao.com.br e no link da secretaria de Assistência Social, imprimir um boleto e fazer o depósito.

 

De 2003 quando iniciou a campanha até 2010, foram arrecadados R$ 412.096,54. Só no ano passado, quando a meta foi de R$ 100 mil, as doações somaram R$ 101.995,29. Com a meta batida, o prefeito Vilmar Reichembach abriu a campanha 2011 com novo objetivo: R$ 140 mil.

 

Todas as entidades que receberam, além de equipamentos, investimentos em cursos e estagiários, têm trabalho voltado à atenção e garantia dos direitos das crianças e adolescentes. O percentual do Imposto destinado à campanha fica ano Fundo Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes. O representante das entidades, diretor da escola Recanto Feliz/CAIC, professor João Santana de Oliveira manifestou satisfação, já que uma relação de prioridades é elaborada para a compra dos materiais.

 

Papel fundamental na campanha Tributo à Cidadania é de cada contador que orienta e estimula os contribuintes a manter no município, os 6 ou o 1 por cento. O contabilista Mirandi Bonissoni conta como os profissionais atuam para ajudar.

 

O presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, soldado Brizola que é também o coordenador do Proerd, relatou no pronunciamento que aos nove anos ingressou nas atividades sociais da Amarbem e hoje contribui com a formação de várias gerações. Ele comenta sobre a importância do envolvimento da população.

 

Elogiada por todos que se pronunciaram, citada como um ícone da Assistência Social, a secretária municipal de Assistência Social, Lurdes Arruda afirma que está confiante para mais um ano de desafio.

 

Veja como foi a arrecadação em cada ano da campanha Tributo à Cidadania

 

2003 – R$ 18.784,00
2004 – R$ 25.500,00
2005 – R$ 33.000,00
2006 – R$ 38.788,00
2007 – R$ 47.738,44
2008 – R$ 51.388,69
2009 – R$ 94.902,12
2010 – R$ 101.995,29
Total: R$ 412.096,54

 

Meta para 2011 – R$ 140.000,00